História

Certa vez, Thierry, um renomado vinicultor francês, pediu a Guy Anderson, seu querido amigo inglês, que provasse um vinho experimental que ele tinha feito e guardado em alguns barris. Ambos não tinham ideia de que deixar o vinho em barril sobre as borras resultaria em algo tão maravilhoso.

Os dois amigos se olharam e Thierry exclamou “Isso sim é o que você chamaria de Fat Bastard!”. Guy riu, pois a expressão em inglês - usada para descrever coisas que são ótimas - falada com sotaque francês, tornou tudo muito mais engraçado. E assim nasceu a Fat Bastard!

A marca Fat Bastard hoje

A história da vinícola de Gabriel Meffre, atual dona da marca Fat Bastard, começou em 1936, quando ele e sua esposa, ambos apaixonados por vinho, criaram seu próprio negócio ‘NégociantVinificateur’ em Gigondas, no coração do Vale do Ródano, na França.

Mais de 80 anos depois, a empresa familiar havia construído suas bases sólidas e estabelecido sua reputação como líder no sul do Vale do Ródano. Com o conhecimento de ‘Négociant-Eleveur’ e de produtor, a vinícola está profundamente envolvida com o desenvolvimento sustentável e responsabilidade social.

Um nome inusitado precisa de um símbolo à altura!

Elegantemente redondo e perfeitamente esculpido, o hipopótamo símbolo da Fat Bastard inspira-se na icônica topiaria francesa (arte de podar plantas em formas ornamentais).

Ele foi criado com o objetivo de representar vinhos divertidos, tal como as pessoas que os consomem!

Um nome inusitado precisa de um símbolo à altura!

Elegantemente redondo e perfeitamente esculpido, o hipopótamo símbolo da Fat Bastard inspira-se na icônica topiaria francesa (arte de podar plantas em formas ornamentais).

Ele foi criado com o objetivo de representar vinhos divertidos, tal como as pessoas que os consomem!