História

Em 1789, a fonte natural da Evian foi encontrada pelo nobre francês Marquês de Lessert, na cidade de Évian-les-Bains. Enquanto caminhava, ele ficou com sede e bebeu do que acabou sendo muito mais do que uma fonte comum. O Marquês achou essa água tão leve e fácil de beber que começou a bebê-la regularmente.

A notícia se espalhou e a fonte se tornou tão popular que a água começou a ser vendida para a comunidade local. Logo em seguida, as pessoas queriam mais do que apenas beber a água, queriam estar totalmente imersas nela. Foi então que em 1806 foi inaugurado o primeiro balneário termal, seguido pela primeira instalação de engarrafamento em 1826.

A cidade tornou-se um destino popular para visitantes de todo o mundo. A água Evian virou sinônimo de saúde, hidratação e de uma humilde cidade nos alpes franceses.

Beba água. Mas não qualquer água.

De onde vem a água?

A água natural mineral Evian começa como chuva e neve que caem em um planalto glacial nos alpes franceses.

Filtragem

A água é então filtrada lentamente e naturalmente por formações rochosas existentes desde as eras glaciais, emergindo no sopé dos alpes, na cidade de Evian-les-Bains. Com uma composição única, a água Evian é resultado da natureza. Nenhum composto extra é adicionado para alterar seu sabor.

Ações de sustentabilidade

Embalagens

Buscando evoluir constantemente, a Evian não quer que suas embalagens se tornem um problema para o meio ambiente. E é por isso que, em janeiro de 2018, eles se comprometeram a virar uma marca circular e transformar suas garrafas plásticas em material 100% reciclável até 2025

Proteção da fonte

No local de engarrafamento da Evian, existe uma equipe dedicada de hidrogeólogos para ajudar a garantir que a fonte e o ciclo da água sejam tratados com respeito. A preocupação é tanta que a empresa criou um Instituto da Água para treinar futuros hidrogeólogos.

Neutralidade de carbono

A Evian* mede e reduz continuamente suas emissões de carbono em cada estágio do ciclo de vida das garrafas: desde os materiais usados até os estágios finais. Em abril de 2020, a empresa foi certificada como neutra em emissão de carbono pela Carbon Trust.