Vive la Experiencia

“Não temos formalidades ou protocolos. Preferimos beijos e abraços e nos chamamos pelo nome.

Não nos conformamos facilmente, nem ficamos olhando fixamente para o horizonte. Apreciamos cada segundo, cada momento. Às vezes somos impulsivos e inquietos, é verdade. Não somos organizados, somos espontâneos e apaixonados. Somos inventivos e adoramos surpresas.

Não precisamos de motivos para celebrar. O dia é hoje, a hora é agora. Celebramos porque essa é a nossa maneira de agradecer a vida. Isso é o que somos. Nós somos a Codorníu. Desde 1551.

Viva a Experiência.

Um pouco sobre o processo centenário da fabricação do Cava

As adegas tradicionais onde o Cava é armazenado são compostas por longos corredores subterrâneos e escuros com constante controle de temperatura e umidade. Cava é um vinho espumante de alta qualidade produzido apenas na Espanha e seguindo o Método Tradicional, originalmente chamado de Méthode Champenoise. Sua principal característica é a segunda fermentação do blend de vinhos que ocorre já na garrafa final. Durante este processo, o Cava borbulha naturalmente e o vinho adquire o seu sabor distinto. As garrafas permanecem nas adegas por um período mínimo de 9 meses.

Desde 1551

Com raízes no mercado desde o século XVI, a vinícola Codorníu começou sua escalada para o reconhecimento mundial em 1659, com o casamento de Anna Codorníu e Miquel Raventós, duas famílias com longa tradição no mundo dos vinhos.

Em 1872, Josep Raventós redireciona os negócios da família e tornase um pioneiro da Cava (espumante espanhol) ao produzir a primeira garrafa usando o Método Tradicional com uma combinação das castas tradicionais de Penedès: Xarel·lo, Macabeo e Parellada.

Além dos excelentes Cavas, a Codorníu também é conhecida por seus vinhos jovens, refrescantes e ideais para todas as ocasiões. Suas adegas em Sant Sadurní d’Anoia foram declaradas Monumento Histórico Artístico Nacional em 1976, como uma das principais obras do modernismo catalão, criada por Puig i Cadafalch.