História

“Para além dos aspectos culturais e patrimoniais, toda a atenção que se dedica a cada etapa do processo de vinificação é focado em trazer uma satisfação intensa, por vezes inesperada. Um grande vinho deve ser apreciado e partilhado em boa companhia. E se despertar paixão e emoção, este vinho da Maison Guigal terá alcançado o seu verdadeiro significado.” Philippe Guigal

Terras que possuem 24 séculos de história, trabalhadas por três gerações de enólogos que prezam os valores familiares e a aposta em um terroir que produz vinhos de prestígio. Isso é, em poucas palavras, a Maison Guigal.

Le Domaine

Ampuis fica ao Sul de Lyon, no coração da denominação Côte-Rôtie. Aqui, no terreno acidentado e íngreme formado pelo rio Rhône e cultivados em terras de relevo desde os tempos antigos, a família Guigal trabalha as maiores denominações do Vale do Rhône com paixão e perseverança.

Hoje, o Domaine é composto por numerosos vinhedos excepcionais: Côte-Rôtie, Condrieu, Hermitage, Chateauneuf-du-Pape, Saint-Joseph, Crozes-Hermitage...

Parcelas fantásticas que produzem vinhos prestigiosos, onde mostram a excelência desse domínio.

Linha Cote du Rhone

O Vale do Rhône é a região vitivinícola mais antiga do país e o berço de grandes vinhos e histórias. O clima da região é continental moderado e com solo granítico, o que significa a garantia de boa influência na acidez das uvas. Outra particularidade é que as videiras estão plantadas perto do rio Rhône e nas encostas ou vales laterais, proporcionando melhor exposição solar, apesar do vento muito forte que vem do norte, resulta em poucas uvas de altíssima qualidade. Com o declive dos terrenos, a colheita das uvas é realizada de forma manual.

Linha Vinhos do Rhone Norte

O Rhone Norte é o berço dos Crus da região, de onde saem apenas 5% de toda a produção. De clima mais continental, as temperaturas no Rhone Norte são notavelmente mais baixas que no Sul, o que contribui para que castas de maturação mais precoce se dêem melhor, por conta do menor tempo disponível para amadurecimento. Os vinhos produzidos são secos, e bastante tânicos, apresentam cores profundas e aromas de fruta negra, pimenta preta e flores como violetas.

Linha Vinhos do Rhone Norte

O Rhone Norte é o berço dos Crus da região, de onde saem apenas 5% de toda a produção. De clima mais continental, as temperaturas no Rhone Norte são notavelmente mais baixas que no Sul, o que contribui para que castas de maturação mais precoce se dêem melhor, por conta do menor tempo disponível para amadurecimento. Os vinhos produzidos são secos, e bastante tânicos, apresentam cores profundas e aromas de fruta negra, pimenta preta e flores como violetas.

Linha Vinhos do Rhone Sul

As terras do Rhone Sul começam a alargar seu território a partir de Nîmes, o que faz dos vinhedos muito mais planos que o Norte. O clima é mais mediterrâneo e árido, contribuindo para verões mais quentes e menos chuva, o que deixa as vinhas mais resistentes e adaptadas. Em geral, os vinhos do Rhone Sul são feitos com mais de uma variedade de uva, deixando-os mais encorpados, alcoólicos e potentes.

Os LaLaLa's de Guigal

Os tesouros LaLaLa's nascem no coração da mais lendária das ilustres tramas da Maison Guigal. Estas preciosas garrafas são tão cobiçadas como raras e se beneficiam de um cuidado extremo em todas as fases do processo, desde a vinha até às caves. Elas são as únicas personificações da inspiração e herança de séculos de viticultura em um terroir excepcional

Côte-Rôtie “La Mouline” é um dos vinhos mais emblemáticos da E.Guigal. Pequenas quantidades são produzidas todos os anos a partir de um vinhedo no coração da “Côte Blonde“. Este é um vinho voluptuoso, sedoso e intensamente aromático, Côte-Rôtie “La Turque“ é um dos carros-chefes do Domaine GUIGAL. Um vinho poderoso com notas de especiarias, seus terroirs da Côte Brune conferem uma grande elegância e Côte-Rôtie “La Landonne” completa esta famosa trilogia. Um vinho intenso e puro com sabores marcados e cor profunda, este é o vinho perfeito para o envelhecimento.

Os LaLaLa's de Guigal

Os tesouros LaLaLa's nascem no coração da mais lendária das ilustres tramas da Maison Guigal. Estas preciosas garrafas são tão cobiçadas como raras e se beneficiam de um cuidado extremo em todas as fases do processo, desde a vinha até às caves. Elas são as únicas personificações da inspiração e herança de séculos de viticultura em um terroir excepcional

Côte-Rôtie “La Mouline” é um dos vinhos mais emblemáticos da E.Guigal. Pequenas quantidades são produzidas todos os anos a partir de um vinhedo no coração da “Côte Blonde“. Este é um vinho voluptuoso, sedoso e intensamente aromático, Côte-Rôtie “La Turque“ é um dos carros-chefes do Domaine GUIGAL. Um vinho poderoso com notas de especiarias, seus terroirs da Côte Brune conferem uma grande elegância e Côte-Rôtie “La Landonne” completa esta famosa trilogia. Um vinho intenso e puro com sabores marcados e cor profunda, este é o vinho perfeito para o envelhecimento.

Sustentabilidade

“A natureza apenas pode ser administrada quando suas leis são obedecidas!” – Francis Bacon

A Guigal tem o orgulho de afirmar que possue o certificado de “Alto Valor Ambiental” – HEV nível III. A certificação premia vinícolas que estimulam a biodiversidade, preservam a vida do solo e desenvolvem sinergias positivas com o meio ambiente. O nível III é o mais alto dos níveis, e é concedido as vinícolas que trabalham uma abordagem de respeito à biodiversidade, estratégias sobre contenção de pragas e insetos, além do gerenciamento adequado de fertilizantes e irrigação.